quarta-feira, 17 de junho de 2015

E se eu pudesse ver tudo que salvo nos favoritos ... Como deixar de ser um procastinador



Se eu pudesse, um dia se quer, ver tudo que salvo como favoritos no chrome. 
Seria a próxima Hillary Clinton, no mínimo! Eu salvo tanta coisa que nem eu um mês leria tudo.
É que esse meu jeito, muitas vezes procrastinador, me impede...

Se estou ouvindo música então, paro tudo para decorar a letra. Afinal, é a música da semana jovens...
Meu namorado que o diga, demoro três vidas para se arrumar, e mais duas para escolher o Baton.
Acredito (e espero)  que não seja única, então, em pró de melhorias, otimização de tempo e não mais cara feia de namorado, pesquisei e pesquisei, e separei algumas simples maneiras de parar de ser um procrastinador!


1.Descubra pequenas coisas que o motivam:

Podemos fazer uma lista. Quais são as pequenas atitudes que você poderia praticar para criar coragem, partir para a ação e fazer aquilo que você não tem vontade de fazer?

Realizando essas pequenas atitudes, podemos nos convencer do quanto precisamos terminar nossos projetos, arrumar a cama, tirar o lixo, levar o cachorro para passear...

Tudo é questão de dar um passo. 

2. Pergunte-se porque

Olhe  para a razão porque você precisa parar de fumar. Pergunte, sinceramente, a si mesmo: por que eu devo começar?

As chances são de que a resposta não é que você é preguiçoso, embora os dias chuvosos podem nos dar aquela preguicinha, mas sim que você está com medo.

Medo do fracasso, medo do sucesso, medo das críticas. 

Uma vez que percebemos que descobrimos que estamos agindo por medo, em vez de procrastinando, podemos agir.


3. Reconheça o que te tiram do foco

Todos nós temos algo que matam a nossa disciplina e, muitas vezes eles não são apenas coisas ruins.
Algumas vezes é apenas uma questão de timing. Identificar o que nos tira do eixo é um grande passo para elimina-lo do nosso caminho. 

4.Foco

Isso pode parecer algo pouco provável mas, muitas vezes acabamos nos esquecendo simplesmente de nos concentrar.

Podemos estar em uma tarefa e, de repente nos distrair vendo Facebook, lendo algum artigo ou perdendo tempo em algum outro site. 

O ideal é "tirar de vista" tudo aquilo que nos distrai da nossa tarefa. 

5. Pense no que o trabalho realizado te atribui

Isto pode funcionar muito bem, se estivermos lutando contra a procrastinação. Geralmente, se você tende a desistir de tarefas no meio, esse tipo de jogo mental pode ajudá-lo a continuar trabalhando.

Lembre-se sempre das recompensas do trabalho bem feito. Muitas vezes é justamente isso que falta para que você se mova na direção certa.

6. Encontre sua força de vontade

A força de vontade é uma parte crítica da disciplina, embora eles não sejam a mesma coisa. Disciplina é o que você saia da cama todas as manhãs para fazer o que precisa ser feito.

Força de vontade é o que você precisa quando teve uma noite ruim de sono, está frio e sua cama não poderia estar mais aconchegante.

Todos nós temos uma fonte de energia dentro de nós que pode empurrar-nos além do que pensávamos ser capazes de fazer. É assim que avançamos durante um dia árduo de trabalho, quando sabemos que não podemos perder.

A força de vontade é um recurso valioso, portanto é importante se familiarizar com ele.

7. Se fosse fácil, todo mundo faria

Tenha o seu mantra para ficar em sintonia consigo mesmo e despertar a disciplina e força de vontade dentro de si.

Quando estamos empurrando nossos limites, podemos ficar de mau humor e com raiva. Seja gentil com você mesmo, especialmente quando estiver começando a exercitar a disciplina.

Esse é um longo caminho e se você começar se colocando pra baixo, não vai ir muito longe.

O trabalho duro já é duro o suficiente. Take it easy!