quarta-feira, 5 de novembro de 2014

Esses adolescentes não podem ver uma tela!

No ponto de ônibus onde sempre espero meu lotado transporte publico para voltar para a casa todo sábado depois do Curso de Inglês, tem um homem.Eu já  observo a um tempo, sempre jogando Paciência em seu celular antigo. Meia idade, sempre com aparência de cansado. Um belo dia, morrendo de preguiça de ficar em pé naquele Sol escaldante, me sento ao lado dele. conversando com alguns amigos no Whats App, dou boas risadas, quando ele, o tal homem do Jogo Paciência, vira e me encara.
Ele: O que tem de tão interesse nesses celulares?
Eu: Ah, Internet oras.
Ele: Por que das risadas então?
A vontade era mandar ele cuidar da propiá vida, mas¹, sou muito educada pra isso.
Eu:É Whats App, estou conversando com uns amigos.
Ele:Esses adolescentes não sabem o que estão perdendo...
Ai não aguentei, realmente tinha que mandar ele cuidar do joguinho Paciência dele, Maaas², a curiosidade não me deixou, afinal, o que eu estava perdendo?
Eu: E o que estou perdendo?
Ele: A vida, de viver a vida.
E pegou seu ônibus. É de se imaginar a minha cara de bunda quando ele se foi. fala que estou perdendo a vida e se vai? é isso?! Aquele senhor bem do intrometido me deixou pensando naquilo. Não queria perder a vida! a principio, não compreendi o que ele estava querendo dizer. Maaas³ depois de longas oras pensando no assunto percebi que ele tem razão! Não podemos ver uma tela! digo, aquela tela pequena, normalmente de Touch, é mais especificamente um celular. ( ah,vá!) Acho que ele nem s sabia o que era Whats App, e nós, seres destinados a morrer com o aparelho na mão, mal vivemos sem o aplicativo. Digo isso por experiência própria, posso me pegar andando na rua e me esquecer na onde estou indo, por quê? Estou com o bendito celular na mão. Não que isso seja ruim, de maneira alguma, não vivo sem ele, uma mensagem da Tim me informando que tenho menos de 3 reis de crédito mexe com todos os nervos do meu corpo. Porém as vezes exageramos! Dona Shirley, minha mãe, é só reclamações pela falta de atenção na família, no trabalho, se essa mania não é controlada pode me gerar sérios problemas, quantos casais vejo lado a lado mais sem qualquer interesse um com outro, porque está com a cara enfiada na tal tela. Sem perceber, as coisas boas da vida acontecem. Oportunidades, alegrias, tudo passa, e talvez deixou de viver, aproveitar, rir, se alegrar, porque estava ocupado demais olhando o Feed de noticias do Facebook. Redes Sociais são viciantes? Sim! Olhar fotos horríveis da sua ex amiga no Feed é a melhor coisa do mundo? Sim! Mas tudo que é um vicio é ruim, te traz prejuízos, e te deixa limitado para viver. Temos que  procurar  ter mais momentos, do que fofocas novas!
Afinal, acho que é isso que aquele intrometido estava se referindo,  bom, espero encontrar ele. Jogar paciência também o impede de muita coisa! E nossa, que joguinho chato! hahaha